Resenha de " Enquanto Bela dormia"

Entre os contos de fadas, o que eu menos gosto é o da Bela Adormecida, porém, a premissa de Enquanto Bela dormia me intrigou e decidi dar uma segunda chance à história.
"Toda grande lenda, no fundo, é uma história de perda da inocência, e talvez fosse esse o papel que eu estava destinada a desempenhar. Eu realmente ignorava as escolhas que haveria pela frente, escolhas que me elevariam a alturas nunca imaginadas, e outras que até hoje enchem meu coração de angústia."
Aos 14 anos, após perder a mãe e quatro irmãos, Elise Dalriss abandona a fazenda do pai e parte para St. Elsip com o intuito de trabalhar no castelo. Com a ajuda da tia e de uma amiga de sua mãe, ela consegue o cargo de camareira e, com uma rapidez fora do comum, sobe de posição e começa a servir a rainha Lenore.

Quando a rainha, supostamente infértil, fica grávida, o rei Ranolf anuncia sua gravidez no mesmo dia em que deveria indicar o irmão como herdeiro e esta notícia causa um atrito entre eles, pois o príncipe desejava ser rei. Contudo, mesmo com medo de Bowen, Lenore e Ranolf passaram por momentos de pura felicidade enquanto esperavam pelo primeiro filho. No dia tão esperado, a rainha tem complicações no parto e pede a Elise que chame a tia do rei, Millicent, para ajudá-la, mas Ranolf não permite a entrada dela e a expulsa do castelo por acreditar que ela é uma bruxa e está tentando afastar Lenore. Millicent é forçada a sair de St. Elsip, mas volta sorrateiramente no batismo de Rosa para lançar uma maldição terrível no bebê e no rei.

Os anos se passaram e nenhum mal recaiu sobre Rosa, que cresceu saudável, esperta e bondosa, mas seus pais definharam a cada dia com a possibilidade de acontecer algo com ela e a mantiveram presa dentro do castelo. Enquanto Elise se tornou o braço direito da rainha e uma espécie de irmã mais nova da princesa, desistindo até mesmo do amor de sua vida para permanecer ao lado delas. Após anos de quietude, uma guerra iniciada por Bowen torna a situação do reino instável, e Lenore afasta-se de todos por se culpar pela expulsão de Millicent. Aos poucos, a maldição começa a destruir tudo o que Ranolf ama, especialmente Rosa, mas Elise fará de tudo para proteger a princesa. 
"Duas forças poderosas tinham se erguido uma contra a outra. E lutas desse tipo só podem acabar em desastre."
Enquanto Bela dormia é uma releitura criativa e melancólica, narrada por Elise, uma criada do castelo. Apesar de manter um tom sombrio e ter incluído os principais elementos do conto, a narrativa peca pela falta de profundidade das personagens e na relação entre elas. Elise apenas narra os fatos e faz comentários, interrompendo a narrativa para dar sua visão de agora sobre os acontecimentos passados; em outras palavras, a autora nos apresentou uma narradora superficial e uma história promissora que deixou a desejar. 

Elise é uma protagonista sem sal, que não instiga o leitor, especialmente por não ser tão forte quanto se esperava. No decorrer da história, ela amadure e torna-se essencial para o castelo, mas faltou carisma e profundidade. Aliás, todas as personagens têm o mesmo problema: foram pouco desenvolvidas e não mostraram motivações fortes e críveis o suficiente. Um exemplo disso é o motivo banal pelo qual o rei e Millicent brigaram antes da maldição ou a participação mínima e pouco aproveitada de Flora - a outra tia de Ranolf. 

Ao contrário do que o título pode sugerir, o enredo concentra-se na maldição e em como o castelo e seus moradores sofreram, ou seja, Rosa não é o foco. A autora criou uma versão engenhosa e tão tenebrosa que lembra um pouco os contos de fada originais, e sua ideia de contar a história pela perspectiva de uma criada próxima da nobreza foi genial, pois retrata uma outra realidade. O livro tinha tudo para ser uma boa releitura, porém, o modo como a narrativa foi conduzida e as personagens mal construídas o deixaram muito aquém. A narrativa também dá destaque à vida de Elise, sua adaptação no castelo e aos seus anseios.

O livro foi dividido em prólogo, partes I e II e epílogo, e tem uma capa bem bonita. Mesmo que tenha alguns pontos negativos, a leitura fluiu com rapidez, pois aguça a curiosidade; e o final foi surpreendente, mas com uma pitada de felicidade e uma colher cheia de infortúnios. Em suma, a história inova por mostrar um rei que apoia a ideia de uma mulher assumir o trono, traz fatos diferentes e instigantes ao conto, além do tom sombrio, mas poderia ter sido melhor elaborada. Um conselho, não leia com expectativas.
  • Escrito por Elizabeth Blackwell.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Vera Ribeiro.
  • 368 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo, apesar dos pesares.
*Exemplar para resenha.

15 comentários:

  1. Obrigada pelo conselho, já havia posto muita expectativa em cima desse livro, pois faz um tempo que quero lê-lo!
    E estou apaixonada pela capa, tomara que eu curta a história também!
    Bela resenha!
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha, amei a história apesar de nunca ter ouvido falar.

    ResponderExcluir
  3. Rafaela!
    Gosto muito de releituras dos contos de fada, entretanto, fiquei um pouco decepcionada pelos personagens não terem sido aprofundados e a protagonista não ser tudo que se esperava dela além de mera narradora...
    “Só a mágoa deveria ser a instrutora dos sábios; Tristeza é saber.”(George Lord Byron)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Vi várias resenhas sobre esse livro, mas nunca li realmente pq nunca me interessei, de fato... mas parece interessante. As aparências enganam...

    ResponderExcluir
  5. Tenho esse livro porem ainda não li, amei essa capa, curto muito todas as história de contos de fadas, não leia com expectativas, ok vou seguir esse seu concelho.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rafaela.
    Essa é a segunda resena que leio sobre esse livro hoje, e gostei bastante, mas tenho bastante leitura atrasada.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  7. Eh, Rafa, eu tava cheia de expectativa para ler Enquanto Bela dormia, mas pelo que percebi na sua resenha na sua resenha, não é um livro bem aprofundando, bem desenvolvido e ainda é bem tristinho pelo jeito.
    Acho que não lerei não.
    Mas a capa é lindíssima!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oie,
    acabei de ler este livro também, mas achei mais ou menos.
    Gostei bastante da sua resenha

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rafaela! Tudo bem? Vish! Pois eu tinha altas expectativas em relação a esse livro. Melhor diminuir um pouco, né? Adorei a resenha! <3

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. primeira vez que ouço falar do livro, eu gosto de quando fazem outras versões de contos de fada a capa é linda bygugel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafaela, tudo bem?
    Realmente contar a história pelo ponto de vista de uma criada próxima a realeza foi uma boa jogada, a capa está linda demais, e sim, tem tudo para ser uma boa história, mas não fiquei com vontade de ler.
    Adorei a resenha, o modo como você destacou pontos positivos e negativos, mas imaginava que seria algo completamente diferente, uma pena o livro não ser tão bom quanto achei que seria :/
    Beeeijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  12. Amo releitura dos meus contos de fadas favoritos. Uma pena a protagonista não ter sido instigante. Como adorei a capa do livro e imaginava se tratar de uma historia um pouco diferente estava cheia de expectativa em relação a leitura. Gostei da atitude do rei.

    ResponderExcluir
  13. Inicialmente a capa deste livro me chamou a atenção, pois é muito bonita, eu adoro história de contos de fadas, então sem dúvidas pretendo ler este livro, já estou a um tempão querendo ler, mas como ainda não tenho o livro, não pude ler.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nenhum livro sobre Bela Adormecida até gosto de contos de fadas mais infelizmente nunca li nenhum deles!! E acho que também não leria esse!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  15. As vezes julgo o livro pela, e aliás essa é linda, uma pena que a história ficou aquém das expectativas, ainda não tive oportunidade de ler/assistir alguma releitura.
    Obrigada pelo conselho.

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária