Resenha de "Jovens de Elite" #1

Legend foi a melhor distopia que já li e, por isso, as expectativas quanto a Jovens de Elite eram grandes. E após embarcar nessa nova trilogia, só posso reafirmar o que pensei ao ler Champion: Marie Lu é uma autora brilhante.
"Eu sou Adelina Amouteru, os fantasmas sussurraram para meu pai, pronunciando meus pensamentos mais assustadores em um coro de vozes que gotejavam ódio. Meu ódio. Não pertenço a ninguém. Esta noite, juro me erguer acima de tudo o que você já me ensinou. Vou me tornar uma força que este mundo nunca conheceu. Terei tanto poder que ninguém ousará me machucar de novo."
Anos atrás, a febre do sangue devastou as nações do Mar, do Sol e do Céu. Os adultos infectados morreram, enquanto as crianças foram deformadas pela doença. Os sobreviventes passaram a ser chamados de malfettos, e alguns deles herdaram poderosos dons, além de marcas e cicatrizes. No começo, a população das Terras do Mar sentiu pena deles, mas, por conta da aparência estranha, a compaixão tornou-se medo, que por sua vez, virou ódio.

1361. Cidade de Dalia, ao sul de Kenettra, localizada nas Terras do Mar.
Marcada pela febre aos quatro anos, Adelina Amouteru ganhou uma cicatriz no lugar do olho esquerdo e cabelos num tom prateado que muda de acordo com a iluminação. Quando a mãe sucumbiu à febre, Violetta, a irmã caçula que saiu intacta da doença, continuou sendo tratada com carinho, mas Adelina tornou-se um fardo e uma vergonha para seu pai. 

Aos dezesseis anos, após ouvir uma sórdida conversa sobre ela, Adelina foge de casa, mas seu pai a encontra e, ao ser confrontada por ele, algo sombrio desperta dentro dela e uma tragédia acontece. Dias depois, os soldados da Inquisição a levam para a prisão e ela é condenada à morte. Porém, durante sua execução, os famosos Jovens de Elite, malfettos poderosos que se uniram contra o rei, a resgatam da fogueira e a levam para seu esconderijo.

Enquanto Teren Santoro, o líder da Inquisição, procura por ela e destrói todos os malfettos que aparecem em seu caminho, Adelina é recebida na Corte e conhece os seis membros da Sociedade dos Punhais, incluindo o mestre Enzo Valenciano. Contudo, ela ainda não faz parte da sociedade e precisa aprender a usar e controlar seus dons antes de tornar-se uma Jovem de Elite. A partir daí, os Jovens colocam em ação os planos para usurpar o trono, ao passo que Teren maquina contra eles e revida cada ato. No meio de tantos segredos, desconfianças e conspirações, Adelina terá de escolher o melhor (?) caminho e enfrentar as consequências.
"E então percebo que tudo que sempre quis, a bondade sem amarras, vinha apenas de Violetta. Não sei por que nunca vi isso. Em todo o mundo, apenas ela fez algo por mim, bom ou ruim, sem nunca pensar em se beneficiar. Somos irmãs. Apesar de tudo o que passamos, tudo o que sustentamos uma contra a outra, somos irmãs até a morte."
Poucos livros mostram a perspectiva do vilão e este é, sem dúvida, um dos atrativos de Jovens de Elite. Se por um lado, Adelina é vilã por ser malfetto e ter uma aura sombria e vingativa; por outro, ela cresceu sendo mal tratada, julgada e menosprezada pelo pai - e pela sociedade também -, ou seja, sua sede de vingança e a escuridão que a preenche são bem intensos, mas estão direcionados às pessoas que lhe fizeram algum tipo de mal. 

A autora acertou na narrativa em primeira pessoa, pois assim foi possível não apenas conhecer as motivações de Adelina mas também acompanhar o modo como ela vê o mundo que a cerca. Com uma protagonista contraditória, que é ao mesmo tempo anti-heroína e vilã, a história segue num ritmo bem tenso, com muitas reviravoltas e segredos. Vale ressaltar que alguns capítulos foram narrados em terceira pessoa e apresentam a visão de Enzo, Teren e Raffaele (braço direito do líder da Sociedade dos Punhais).

Apesar de ser um bom livro introdutório e Marie Lu escrever muito bem(!), senti que a narrativa se perdeu em certas passagens, tanto por acontecerem rápido demais quanto pela falta de aprofundamento de algumas justificativas. Além disso, os Jovens de Elite não foram justiceiros de uma causa maior, pois eles estavam mais preocupados em alcançar o poder. Faltou altruísmo, já que seria ótimo vê-los recrutando e salvando todos os malfettos, para depois se unirem contra o reino corrupto.

Excetuando os dois aspectos negativos que citei acima, a história é incrível. A autora sabe como criar um cenário sombrio, violento e sem esperanças, com personagens críveis e multifacetados. Dos principais aos secundários, todos eles têm uma pesada bagagem emocional devido a algum infortúnio e pensam ou agem mostrando o bem e o mal que vivem dentro deles, mas um ou outro tem 99,9% de maldade. Depois de Adeline e Teren (um vilão bem instigante), os personagens mais interessantes são (o belo) Raffaele e (a doce) Violetta, pois ambos são muito mais do que aparentam.

Após um desfecho tão revelador e promissor, a ansiedade pela continuação só tende a aumentar. A partir da combinação: protagonista incomum, fantasia e cenário medieval, Jovens de Elite nos apresenta um universo amplo, obscuro e bem construído, que inquieta e fascina. Além disso, a editora fez um ótimo trabalho com a capa e a revisão do livro.

Querem conhecer os Jovens de Elite e as Terras do Mar? Participem do sorteio (link).
  • Escrito por Marie Lu.
  • Editora Rocco Jovens Leitores.
  • Tradução: Rachel Agavino.
  • 302 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Leiam também: Legend, Prodigy e Champion.
  • Recomendo! :)
*Exemplar para resenha.

37 comentários:

  1. Não conheço a escrita da autora porque não cheguei a ler Legend, mas a proposta desse livro é simplesmente muito boa e promissora, principalmente por ter personagens envolventes e um enredo muito bem construído. E fiquei ainda mais curiosa em saber que Marie criou uma anti-heroína e vilã, algo bem inovador.
    Achei a edição linda e espero ter a oportunidade de ler Jovens de Elite em breve.
    Bjs, Rafaela!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafaela!
    Tbm concordo que Legend foi uma das melhores distopias que li.
    Estou louca para ler essa série tbm! Ainda não linha lido nenhuma resenha e nem a sinopse do livro e me surpreendi ao saber que se trata de uma fantasia, outro gênero literário que adoro! Fico feliz que a autora continuou demonstrando seu talento lançando mais uma série que será maravilhosa e com certeza será um sucesso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. A mesma autora da série Legend, tenho os livros mas nao li ainda. E assim como legend me interessei muito em Jovens de Elite, gostei da premissa da vilã tem uma visao melhor que a ''heroina'', quero mto ler e adorei a capa!
    beijo, rafa

    ResponderExcluir
  4. Estou até com medo de ler logo e gostar muito porque vai demorar pra conseguir a continuação. E é desses livros que NECESSITAM de continuação. Também gostei muito daquela outra trilogia dela, é muito boa e a escrita da autora me conquistou e deu vontade de ler qualquer coisa que ela escrever. Esse pelo visto não decepciona todas as expectativas que colocamos nele. Mesmo que possa ter lá uma história um tanto corrida em alguma parte e essa falta de aprofundamento, acho que para um primeiro livro ele cumpre o papel de dar uma ideia da história, então não penso que iria achar isso ruim. Talvez seja até bom pra deixar mais curiosidade no leitor? Se resolver essas questões e amarrar melhor nos próximos né...
    Gostaria de ler!

    ResponderExcluir
  5. Legend também foi uma das minhas melhores leituras de livros distópicos, se não a melhor! Marie Lu sem duvida tem uma escrita única que te envolve completamente com a história, ela é fantástica. Quero muito ler esse livro primeiro por causa da autora é segundo pela história, me parece ser bastante diferente já que a protagonista não é bem uma mocinha, os jovens de elite me pareceram mais como vilões. Uma característica da Marie Lu são as suas reviravoltas, quem já leu a trilogia legend sabe que cada final de livro estraçalha seu coração, você nunca consegue imaginar o que vai acontecer, o que ela pode fazer, e é ótimo se surpreender assim com livros.

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Ainda não li nada dessa autora, mas sempre vejo ótimos comentários sobre os livros dela. Estou com a trilogia Legend aqui do meu lado e em breve vou iniciar a leitura. Acho que vou gostar :)
    Fiquei curiosa com esse livro que você resenhou, vou colocar na minha lista de desejados ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    nossa fiquei bem curiosa para ler este livro.
    Gostei bastante da sua resenha, vai para a listinha de desejados.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Já quando comecei lendo sua resenha super entusiasmada por você ter dito que essa foi sua melhor distopia lida até agora, e suponho que você tenha lido muitas. Não vou negar que achei a premissa do livro extraordinária, completamente diferente dos clichês desse gênero, diferente do que estou acostumada a ver e ler por ai, além de ter uma trama completamente envolvente, e surpreende, to supre curiosa para ler esse livro, já vou inclui-lo na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rafaela! Tudo bem? Fico impressionado com a criatividade dessa autora! Ela sempre bola histórias tão originais... E mesmo com esses pontos negativos, fiquei muito interessado em ler Jovens de Elite. Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nesse livro s[o consegui enxergar a Adelina como anti-heroína, pois suas ações puderam ser justificadas pelo seu passado, mas agora que ela já sabe dos seus poderes em toda a glória quero só ver o lado vilanesco em ação. Também não gostei tanto da postura dos Jovens de Elite, fiquei com a sensação que a sociedade está toda corroída e até quem é para ser todo bonzinho e voz da razão não é.
    Dona Marie Lu é a patroa dos epílogos né? Quero logo The Rose Society por aqui :c

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafaela,
    Eu li Legend e não curti muito, nem me empolguei a terminar de ler a série. Então, tbm nao me animei para ler Jovens de Elite da autora.
    Mas achei bem interessante ver esse enfoque na vilã e no lado humano dela. Acho que sair daquela visão de bons vs. maus é sempre enriquecedor.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Esse livro está na minha lista de leitura.
    Tenho muita curiosa para ler a trilogia legend mas também está na minha lista.
    Parece ser livros maravilhosos, apesar do clichê.
    Os personagens parecem ser bem envolventes, e o enredo bem construtivo.
    Vou com certeza priorizar os livros dessa autora.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  13. Hey, tudo bom?
    Tenho muita curiosidade em ler esse livro, deve ser incrível ler um enredo na perspectiva de uma vilã. Você conhece mais o outro lado da história. Esse livro já está na minha lista de leituras. A autora me pareceu bastante talentosa, tenho interesse em ler, também, Legend em breve.

    ResponderExcluir
  14. Oie, boa tarde
    Não conheço o livro e nem a autora, mas achei interessante ver o mundo pela visão de uma vilã, e depois de ler a sua resenha, fiquei com vontade de ler, espero sinceramente ler em breve, os personagens parece bem envolventes ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem? Nunca li nada da autora, mas tenho vontade. Sua resenha me despertou uma curiosidade de ler este livro, já que falou tão bem dele.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  16. Oi Rafa,
    Não li nada da autora porque não tinha me interessado, mas a perspectiva de um livro pela visão do "vilão" me deixou curiosíssima para descobrir mais sobre essa história, não vou começar por hora somente por ser uma série.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha, o livro já esta na minha lista de desejados e agora estou com mais vontade ainda de ler, eu li Legend (ainda não terminei a trilogia) e gostei muito, espero que este livro seja tão bom quanto.

    ResponderExcluir
  18. Muita gente fala dessa autora depois de ser publicada a trilogia Legend, que eu ainda não li mas pretendo corrigir esse erro, o livro Jovem de Elites não sendo surpresa também vem senso muito bem comentando e eu estou pra ler esse livro mas ja decide que vou primeiro tentar ler Legend. O que mais me chama a atenção nesse livro com certeza é o fato da menina ser a vilão, não se ver livros com essa perspectiva tao facilmente e eu adorei isso. Obrigado pela resenha e anotei a dica.

    ResponderExcluir
  19. Oie Rafa =)

    Minha amiga leu esse livro e amou. Tanto que eu nem tinha dado muito bola para ele durante o lançamento e acabei ficando bastante curiosa de tão bem que ela falou do livro.

    Tenho ele em e-book e só estou esperando uma "folguinha" na minha TBR do mês para conhecer essa história. Espero não me decepcionar ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  20. Oi Rafa! Pelo visto a trilogia anterior da autora é melhor, mas ainda assim que ler este livro. Gosto destes personagens que são controversos, ora vilões, ora mocinhos. Afinal ninguém é totalmente bom ou ruim. Adorei a resenha.

    Ps.Conheci a Shay em um evento. Agora falta você.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  21. Não parece que ela seja exatamente uma vilã, provavelmente por vermos o quão ela foi maltratada, mas é bem a típica história de vingança mesmo. Tive oportunidade de ler esse livro e não aproveitei, me arrependi muito :( preciso muitoo agora, sua resenha me deixou doida pra ler!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Gostei da resenha, parabéns.

    Da uma passada no meu blog, tá rolando um mega sorteio lá.

    http://www.vestigiodelivros.com.br/2016/05/sorteio-5-kits-de-livros-5-chances-de_1.html

    ResponderExcluir
  23. Oie
    Falou em cenário medieval, e ponto de vista de um vilão, eu já fiquei na vontade.
    COmprei Legend da mesma autora, mas ainda não tive oportunidade de ler. Talvez eu comece por esse livro, parece ser mais interessante que a outra distopia.
    Resenha perfeita como sempre. Suas resenhas SEMPRE me fazem ter vontade de sair correndo para comprar o livro.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  24. Ai, Rafa, já quero!
    E pela visão do vilão? Uau! Eu adoro vilões.
    Aliás, eu odeio, mas eles são incríveis, haha.
    Bipolar, né?
    A Marie Lu é maravilhosa, então vou me jogar no livro, mesmo com os pontos negativos que você citou.
    Vou tentar nem perceber.
    Não sabia dessa série ainda.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  25. Ganhei o livro Legend em uma promoção já faz um tempinho mas ainda não li pois não tenho os outros livros da série, a autora parece ser realmente boa no que faz, só vejo bons comentários.
    Não conhecia esse livro, gostei muito da sua resenha e já estou louca para ler, gostei muito da ideia da história ser contada pela perspectiva do vilão, espero ter oportunidade de ler o livro um dia.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  26. Já faz mais de um ano que quero ler Legend, porém continuo postergando, mas confesso que to com vontade de ler Jovens de elite hoje mesmo, após ler essa resenha linda!!!!
    É a primeira resenha que leio do livro, e desde que vi o lançamento no face da editora fiquei curiosa, mas não esperava que seria essa loucura eletrizante toda!!!!
    Que vida essa da Adelina, parece ser um pouco parecido com Divergente. Vou querer ler assim que der!!!
    bjss

    ResponderExcluir
  27. Oi!
    Ainda estou devendo a leitura de Champion para encerrar Legend, porém posso dizer que, aparentemente, os primeiros livros de suas séries não são os melhores. Eu, particularmente, achei o segundo muito melhor do que o primeiro.
    Mas a história deste realmente parece muito instigante, e eu espero ler tão logo seja possível.
    Beijos.

    www.historiamuda.com.br

    ResponderExcluir
  28. Oi, Rafa!
    Eu não curti a premissa do livro. Percebi que você realmente é fã da autora, e acredito que a outra série dela que é distópica possa me agradar mais.
    Só uma coisa me deixou curioso aqui: o fato das personagens não serem 100% boas. Acho isso interessante.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Nossa, cara!
    Estou louca pra ler esse novo livro da Marie! Li a série Legend no início desse ano e eu adorei, cara! A escrita dela é tão maravilhosamente detalhista e perfeita que você se perde. Foi a melhor distopia que li, em minha humilde opinião, melhor até que divergente kkkk' quando soube desse outro lançamento dela fiquei louca de vontade! Mas como é uma duologia, só vou ler quando lançar o próximo volume kkk' espero que seja logo!
    Adorei a resenha!
    Beijos, Rafa

    ResponderExcluir
  30. Nossa, já estava bastante interessada em ler esse livro pela sinopse e porque curto muito distopia, agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  31. Desde seu lançamento tenho muita curiosidade acerca desse livro. amo esse tipo de literatura e quero muito ler. Espero poder fazer isso em breve.

    ResponderExcluir
  32. Olá! Nunca li algo da Marie Lu, apesar de ter a trilogia Legend aqui em casa, mas espero mudar isso, em breve. Gostei bastante da premissa de Jovens de Elite, pois gosto de distopias, além de vários pontos terem me chamado a atenção. O que mais me agradou foi o fato da protagonista ser uma anti-heroína, a fantasia envolvida e, com certeza, o cenário Medieval, pois adoro histórias que se passem em uma época distante. Enfim, quero ler o livro assim que possível!

    ResponderExcluir
  33. Desde que vi o primeiro livo da Marie Lu já fiquei encantada e super curiosa, mas fiquei com medo de ser algo muito repetido sabe, ou talvez até mal escrito mesmo, até porque não conhecia o trabalho dela, mas sua resenha me fez ter mais confiança e vontade de ler, ainda mais por ser do jeitinho que gosto, aquele finalzinho com gostinho de quero mais. ;)
    Bjoes

    ResponderExcluir
  34. eu ainda não li a trilogia legend (tá aqui na minha lista faz tempo, mas andei dando uma pausa nas distopias), mas esse parece ser bem diferente!
    uma história a partir do ponto de vista da vilã? gente já quero!
    adorei, mais um para a minha lista

    ResponderExcluir
  35. Li a trilogia Legend e gostei bastante da escrita da Marie Lu. Achei a sinopse de Jovens de Elite bem interessante. Parece uma mistura de Legend com Estilhaça-me (por causa dos super poderes). Gostei do fato de ser narrado em primeira pessoa.
    Parece que o primeiro livro possui algumas falhas, mas mesmo assim fiquei interessada em lê-lo. Espero que o segundo seja melhor.

    ResponderExcluir
  36. Morta com farofa e enterrada dez palmos no chão. Mais Marie Lu já? Sabe que eu amei sua indicação de Legend (que guardo no fundo do coraçãozinho) então definitivamente lerei esse livro também.

    Acho que eles não serem justiceiros e altruístas torna a coisa mais real, não? Sempre acho que povo muito bonzinho tem algo por trás. Bom, mas só dá pra saber lendo.

    Beijitos

    ResponderExcluir
  37. Ainda não conhecia esse livro da Marie Lu mais achei a estória bem legal!!
    Bjos

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária