Resenha de "O Despertar do Príncipe", Deuses do Egito #1

Algumas histórias são capazes de transportar o leitor para um lugar repleto de aventuras e batalhas épicas. Em O Despertar do Príncipe, você é apresentado a um universo fascinante e rico em detalhes da mitologia egípcia.

Liliana Young é uma jovem privilegiada de 17 anos, que mora em um hotel de Nova York e segue à risca as vontades dos pais. Porém, sua vida regrada e monótona estava prestes a sofrer uma reviravolta.
"De qualquer maneira, eu obtivera uma trégua temporária do planejamento de todo o meu futuro, e sempre seria grata a ele por isso. Não tinha reparado no peso da minha vida estruturada até ela desaparecer. Estar com Amon me dava a sensação de que tudo era possível. Eu não me sentia mais a pessoa que os outros chamavam de Srta. Young ou Liliana. Com ele, eu era apenas Lily, ou jovem Lily. Ser Lily me agradava muito mais."
Um dia, no Metropolitan Museum of Art, enquanto observava a seção egípcia e pensava em uma forma de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, Lily se depara com algo inacreditável: uma múmia revirando caixas e sarcófagos. Após inúmeras tentativas de aproximação, a múmia consegue lhe contar que é um príncipe egípcio com poderes divinos que desperta a cada mil anos para cumprir uma tarefa dada por Anúbis.

Descrente, Lily tenta evitá-lo, mas, quando percebe que o príncipe Amon foi privado de seus vasos canópicos e está com os poderes limitados, ela decide ajudá-lo, lhe emprestando parte de sua força, além dos conhecimentos sobre o século XXI. A partir daí, a Srta. Young e Amon viajam até o Vale dos Reis, no Egito, em busca de Asten e Ahmose, seus irmãos adormecidos, para que os três possam realizar a cerimônia que protege a humanidade do deus Seth.

Contudo, Seth adiantou-se desta vez e tem criado todo tipo de empecilho para que a cerimônia não se concretize, até mesmo trazer seus servos mais fiéis e cruéis para detê-los. Enquanto eles enfrentam artimanhas maquiavélicas e, no caminho, encontram um novo aliado, Lily e Amon criam um laço ainda mais forte do que haviam pretendido; mas seria possível o relacionamento entre uma múmia/príncipe egípcio e uma jovem do século XXI?
"Eu tinha esperado muito por aquele beijo, mas ele foi muito mais, muito melhor do que eu me atrevera a imaginar. Uma luz dourada explodiu atrás das minhas pálpebras fechadas e eu e o sol nos fundimos em um só ser."
Com inteligência, humor e desenvoltura, Colleen Houck escreveu uma história que, apesar de abordar um assunto comum na literatura, soube ser singular e deveras atrativa. Desde a descrição dos cenários e da lenda dos três príncipes até o desenvolvimento da narrativa, há coerência e elementos surpreendentes para envolver o leitor - e, como bônus, ela ainda evitou o triângulo amoroso.

Dividida em três partes, a história é narrada por Lily, que está em processo de amadurecimento e libertação. Ao longo da narrativa, a personagem cresce e mostra sua força; além de ser divertida, altruísta, inteligente, teimosa e fiel aos seus princípios e amigos. Cabe mencionar que a introdução de cada parte é narrada em terceira pessoa e conta como os três irmãos foram designados para realizar a cerimônia por toda a eternidade.

Se Lily leva seis capítulos para conquistar o leitor e tornar-se muito querida, Amon instiga e fascina desde o primeiro momento. Com ar de mistério e uma grande bagagem emocional, ele também sofre grandes mudanças no decorrer da história; afinal, antes sua tarefa era considerada um ato gratificante, mas depois de conhecer Lily, ele passa a ver sua função como um fardo. Amon é o tipo de personagem que agrada sem esforço: altruísta, centrado, inteligente, poderoso e modesto (apaixonante também é um bom adjetivo). 

O romance ficou em segundo plano, visto que a autora, felizmente, priorizou a aventura. Contudo, ela nos presenteia com um amor arrebatador, que surge paulatinamente e surpreende o leitor por sua simplicidade. Com personagens secundários participativos e intrigantes, a trama ganha ainda mais vivacidade. Asten é o irmão sarcástico e convencido que possui os poderes do deus da lua; Ahmose é gentil, mais sério e tem os poderes do deus das estrelas; e o dr. Hassan é um arqueólogo simpático. Os vilões são sádicos e as criaturas mitológicas, assustadoras - o que rendeu cenas de tirar o fôlego.

Depois de um final tão desesperador e bombástico, só me resta contar os dias para que O Coração da Esfinge seja publicado. Desde Harry Potter que eu não fico tão absorvida por uma série, por isso, a recomendo para todos os fãs de fantasia e/ou mitologia egípcia. Ademais, a editora fez um trabalho incrível (e impecável) com a capa, revisão e diagramação.
  • Escrito por Colleen Houck.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Fernanda Abreu.
  • 384 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo. 
*Exemplar para resenha.

24 comentários:

  1. Nossa, fiquei bem curioso em ler esse livro depois de sua resenha. Muita gente reclama da outra saga da autora, a do Tigre, por causa do romance que é meio chato e agora fiquei bem interessado com O Despertar do Príncipe por ser focado na aventura. Amo livros de mitologia e esse parece ser instigante. Abraços =D

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa,

    Então somos eu e você, também estou contando os dias para o lançamento de O Coração da Esfinge, também achei bombástico o final deste livro e amei todo ele!!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rafaela! Tudo bem? Eu tinha lido uma resenha que falava que o livro fora uma decepção, mas agora o vi com outros olhos... Ele parece ser ótimo, e eu fiquei com muita vontade de lê-lo. Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rafaela!
    Comecei a ler a resenha e pensei "mais um triângulo amoroso entre irmãos..." Fico aliviada em saber que não é haha xD Adorei a resenha, gosto muito dessa autora desde a saga do Tigre (embora eu odeie triângulos amorosos mais do que odeio café frio).

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafaela,

    Estou na verdade de olho nesse livro faz algum tempo porque adoro uma mitologia egípcia. E finais bombástico são os melhores rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma relação muito estranha com esse livro, eu ainda não li, tenho vontade de ler, porém tenho receio pelo fato de que a autora deixa o romance entre os personagens, e foca mais na fantasia, e por isso tenho medo de acabar não me envolvendo com a trama, mas não vou negar que a história desse livro tem uma premissa muito bacana.

    ResponderExcluir
  7. Está sendo justamente este o problema de séries chegar ao final ótimo de um volume e ter que ficar esperando o próximo...
    Por isso estou me segurando e ainda não li este.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Oie Rafa =)

    Eu adorei esse livro, mesmo ele sendo parecido em alguns pontos com a Saga do Tigre rs...
    Adoro mitologia Egípcia e estou doida para ler o segundo livro já *---*

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  9. Rafa!
    Tenho o livro aqui para leitura e pretendo fazê-la assim que der.
    Gosto de séries mas quando estou com todos os livros em mãos, porque ficar esperando o próximo volume é o ó...
    “Saber amar não é amar. Amar não é saber.” (Marcel Jouhandeau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Oi Rafa!
    Tô doida pra ler esse livro! Já tô com ele aqui.
    Gosto muito de mitologia e fico feliz em saber que a autora não focou tanto no romance.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  11. Ainda bem mesmo que o romance ficou em segundo lugar! Espero que continue assim no segundo, embora duvide muito :( quando a autora quer abusar no triângulo amoroso, ela consegue, e eu não gosto nem um pouco hahaha mas a aventura em si, todas as tradições do Egito, adorei demais!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rafa!
    Não creio que você amou este livro! Hahaha...
    Eu achei que você não iria curtir, mas que bom que adorou. Particularmente, não tenho a mínima pretensão de iniciar esta série. Li inúmeras opiniões sobre este livro e cada uma bem divergente da outra. Mas o que não me faz ter vontade de ler é a autora, visto que li sua série anterior e não gostei. Entende?
    Por isso acho que passo esta leitura.
    Adorei a resenha como sempre.
    Oi, Amanda!
    Não conhecia o canal, mas parece ser realmente importante dar uma chance e assistir tais vídeos. Há inúmeras realidades sofríveis mundo afora e dificilmente damos a devida atenção. Chega a ser desumano, por vezes, o quão hipócrita as pessoas conseguem ser só para angariar likes.
    Adorei o post.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Passando rapidinho pra avisar que te indiquei em uma tag lá no meu blog, depois vai lá dar uma olhadinha!

    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  14. Oi Rafaela.
    Eu já tinha ouvir falar desse livro, porem todas as resenha que li a respeito dele, falavam super mal, e so havia criticas, gostei muito da sua resenha, confesso que me entristeceu um pouco saber que o romance fica em segundo plano, porem eu amo uma aventura, você com certeza mudou meu conceito a respeito desse livro, esse com certeza vai voltar para minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  15. Oi Rafa!
    Me decepcionei tanto com a saga do tigre que decidi não ler mais nada da autora, embora ache que a mitologia de Deuses do Egito deva ser bem interessante.
    Que bom que a autora deixou o romance de lado e focou na aventura. É o que ela sabe fazer de melhor, na minha opinião.
    PS: Nivel Harry Potter de fixação? Uau! hehe
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Rafa! Eu curti a história, terminei ontem e mesmo que tenha encontrado vários pontos em comum com a Saga do Tigre, é inegável que a autora saber criar mitologias fascinantes.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  17. Que viagem louca!!! Adorei!!! hahahaha
    Ganhei o livro e estou doida pra ler depois dessa resenha!!!
    Ainda nem terminei a Saga do Tigre, mas acho que vou começar essa, rs.

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  18. Oi Rafa!!!
    Conhecendo sua paixão por Harry Potter, seu último comentário me surpreendeu! E saber que a autora evitou o triângulo amoroso me deixou mais confortável para fazer essa leitura. A Samantha leu e adorou, eu lerei assim que o lançamento do 2º volume estiver próximo pra não sofrer de ansiedade esperando a sequência ;)
    Beijos... Elis Culceag.​ * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  19. Tenho muita vontade de ler algum livro da Colleen Houck, e esse já está na minha lista. Acho que são poucos os livros que tratam da mitologia egípcia, e foi justamente isso que fez com que eu quisesse ler essa série. E que bom que a Colleen Houck conseguiu evitar o triângulo amoroso!!! Estou super curiosa pra ler esse livro, beijo!

    ResponderExcluir
  20. Oi Rafa,
    Já amei o Amon haha, curti as qualidades. Sou apaixonada com a escrita da autora. Não sou fã da mitologia egípcia simplesmente porque não a conheço, mas como amo mitologia, já quero esse livro.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  21. Estou loooouca para ler esse livro!!!
    Ameeei a premissa e resenhas que li, além de achar maravilhoso a autora trabalhar com mitologia egípcia, pouco falada até então.
    A protagonista parece crescer e aprender muito nessa aventura, além de ter todo o envolvimento romântico e fantástico que da um toque especial.
    Curti muito!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  22. Vou Ler esse livro com certeza!
    Depois que li a série a Maldição do Tigre, me apaixonei pela escrita da autora. Sempre gostei de mitologia, seja qualquer tipo e a autora é bem minuciosa na hora de suas pesquisas sobre o tema. Adoro romances e to bem curiosa com essa trilogia.

    ResponderExcluir
  23. Faz tempo que não leio nada com mitologia e é um tipo de leitura que adoro! Estou de olho nesse por ter gostado demais da outra série dela e esse parece ser ainda melhor. Prende e os personagens são mais maduros, acho que é tudo mais bem feito e gostoso de ler. Ansiosa por mais desses livros também e nem li o primeiro! Mas caramba, não vejo a hora de por minhas mãos nessa beleza *-*

    ResponderExcluir
  24. Oi, Rafa! Eu quero mto ler esse livro, a capa é perfeita, maravilhosa, adoro livros que envolvem mitologia e parece bem o estilo de livro que gosto de ler, quero mto!

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária