Resenha de "Uma curva no tempo"

O romance de estreia da britânica Dani Atkins é agradavelmente doce e turbulento; em poucas palavras, uma história marcante revestida de leveza e simplicidade.

Em Great Bishopsford, setembro de 2008, Rachel Wiltshire e outros seis amigos se reúnem para comemorar o ingresso na faculdade. O clima de cumplicidade e saudosismo é forte e todos estão ansiosos pelo futuro.

Porém, durante o jantar, um carro desgovernado atravessa a janela do restaurante onde estavam. Rachel escapa por um triz, pois se não fosse por seu melhor amigo, ela estaria morta. Após o acidente, ela tem de aprender a conviver com uma enorme cicatriz no rosto, dores e a culpa por Jimmy ter morrido em seu lugar.

Cinco anos se passaram. Agora, Rachel mora em Londres, tem um emprego sem perspectivas, uma vida aos pedaços e, para completar, seu pai está com câncer. O passado traumático nunca a abandonou e, ao ser convidada para o casamento de Sarah, sua amiga de colégio, ela sabe que terá de voltar para sua cidade natal e enfrentar a ausência de Jimmy e o reencontro com os amigos.

O retorno para Great Bishopsford foi ainda pior do que ela imaginava. Afinal, seus amigos seguiram em frente, apesar da perda de Jimmy e do acidente, o ex namorado está noivo da garota mais chata do grupo, mas parece continuar gostando dela e, ao rever alguns pontos da cidade, sua sensação de culpa se intensifica. Consumida por sentimentos terríveis, Rachel decide visitar pela primeira vez o túmulo do melhor amigo, porém, algo acontece e ela desmaia.

Quando acorda no hospital, Rachel se assusta com o que encontra ao seu redor: o pai parece mais saudável e rejuvenescido, Jimmy está vivo e Matt (o ex namorado) afirma ser seu noivo. Porém, as surpresas vão além, ela descobre que realizou seus planos, concluiu a faculdade, conseguiu o emprego dos sonhos e a cicatriz desapareceu de seu rosto. 

Rachel tenta convencer a todos de que essa vida maravilhosa não é real, mas ninguém acredita e os médicos dizem que ela está apenas com amnésia. Arrebatada com os últimos acontecimentos e desesperada por respostas, ela tem certeza de que a vida anterior não foi um fruto de sua imaginação e resolve investigar, mas, aos poucos, percebe que também deve aproveitar as doces surpresas que essa nova vida lhe reserva. Afinal, isso é um sonho, um pesadelo bem estranho, ou alguma segunda chance para ela ser feliz?
"Quando é que um sonho se torna pesadelo? Sempre achei que fosse no momento em que o que é familiar de súbito se torna estranho e ameaçador; ou quando você se perde em algum lugar que pensou conhecer bem; ou ao se sentir invadido por um sentimento de impotência - quando sabe que está falando com clareza, mas ninguém parece ouvir. E é verdade, um pesadelo é tudo isso junto. Mas meu verdadeiro pesadelo começou com o entendimento de que eu não ia acordar: que, de alguma forma, impossível e inacreditavelmente, aquilo estava mesmo acontecendo."
A história é narrada por Rachel de forma tocante, sensível e pormenorizada, visto que cada detalhe importa e a personagem se apega a eles. Com uma narrativa que desperta curiosidade e instiga o leitor a deduzir o que pode ter acontecido, Atkins trouxe à tona uma trama com múltiplas possibilidades e repleta de expectativas e temores. Em um determinado ponto, optei por esquecer minhas deduções e apenas entrei no clima doce e leve da história, que envolve por sua simplicidade e pelo toque de esperança no meio de tantas incertezas e aflições.

Atkins criou personagens críveis que possuem defeitos, receios, motivações e peculiaridades. De longe, Jimmy e Tony, o pai de Rachel, foram os personagens que mais me encantaram, pois eles têm um companheirismo muito bonito e verdadeiro. Além disso, Tony é um excelente pai, enquanto Jimmy tem um jeito adorável e acolhedor. Quanto ao Matt, ele realmente gosta de Rachel, mas suas atitudes ficam aquém do desejado e não consegui ter empatia alguma pelo personagem.

Apesar de ser uma personagem pela qual você torce para que tenha um final feliz, Rachel se martiriza ao extremo e vive com culpa e angústia - o que é bem compreensível, mas fiquei muito aliviada quando ela encheu-se de alegria novamente, pois drama em excesso não me agrada. Mesmo que a amizade entre ela e Sarah tenha sido muito bonita, achei que poderia ter sido um pouco mais desenvolvida. Por outro lado, sua relação com Jimmy é maravilhosamente natural e harmoniosa. 

Minha única ressalva é que, na história, os personagens têm 23 anos, porém, a carga emocional e a maneira como eles vivem não coincidem com a idade. Tive uma forte impressão de que eles eram mais velhos, com pelo menos 29 anos, e por isso esse aspecto não ficou verossímil. Ao longo da narrativa, pode-se captar algumas partes soltas do quebra-cabeça e uma certa demora na resolução dos problemas e acontecimentos, mas, mesmo com todos os detalhes contidos nas entrelinhas, ainda assim o final surpreende e emociona. O desfecho é fechado, coerente, muito tenso e justo - apesar de. 

Tanto a capa, como a contracapa merecem muitos elogios. Afinal, ambas emanam doçura, delicadeza e sincronia com a história. Além disso, a editora também fez um ótimo trabalho com a revisão. Em suma, Uma curva no tempo é uma leitura bem leve, simples e sem pretensões, mas que aquece o coração e emociona por ser bonita e bem escrita.
  • Escrito por Dani Atkins.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Raquel Zampil.
  • 240 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo. :)
*Exemplar para resenha.

35 comentários:

  1. Adorei sua resenha!
    A capa desse livro é fofa e linda demais.
    Bom eu já li Uma Curva no Tempo, e adorei, mas também achei que a história narrada teve umas partes soltas e alguns acontecimentos mal explicados, e o final não me agradou muito.

    ResponderExcluir
  2. Rafaela!
    Estou com esse livro aqui para leitura e desejando poder ler logo, porque adoro livros que falam de amor e claro de passagem no tempo.
    Dizem que é tenso e intenso e quero aproveitar a leitura.
    Adorei a emoção na sua resenha.
    Boa semaninha!!
    “A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Essa é uma linda historia, sou uma amante de drama. Achei uma tristeza o que aconteceu com Rachel e a perda do seu amigo, realmente não é fácil, e ainda mais ter que conviver com as lembranças desse passado terrivel.

    ResponderExcluir
  4. Estou doida pra ler esse livro desde a primeira vez que bati o olho nessa belíssima capa e li a sinopse, agora depois de ler essa resenha fiquei ainda mais interessada em conferi isso tudo, que história, que drama, parece super emocionante.

    ResponderExcluir
  5. Eu estou loooouca de vontade e curiosidade para ler esse livro!!
    Achei a capa um sonho!
    E a história emocionante!!
    Porém, tenho medo do final, parece ser bem triste o final, rsrsrsrs
    mas ainda assim quero muitoooo ler!!
    bjos

    ResponderExcluir
  6. ja faz tempo que li, mas a história é tão bonitinha que não da pra esquecer
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/2015/07/resenha-mentiras-que-confortam.html

    ResponderExcluir
  7. Esse livro está na minha lista. *_* Parece ótimo e a capa é uma fofura!

    Seguindo o blog!
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Desde seu lançamento estou muito curiosa quanto ao livro. Uma Curva no Tempo aparenta ser uma leitura leve, tocante e surpreendente - principalmente no final, pelo que li em diversas resenhas.
    Acredito que irei me apegar muito aos personagens e aos seus dramas pessoais, principalmente a Rachel e Jimmy, pelos quais torcerei para um final doce e feliz.
    A capa é encantadora. Ela tem uma delicadeza única e acredito que a história de suas páginas faz jus a ela.
    Sua resenha está ótima e me deixou ainda mais curiosa quanto ao livro, apesar de suas ressalvas.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Realmente, a capa é muito bonita. E fiquei pensando, quais das vidas é a real? Acho que vou ter que ler para saber a resposta. Algo que gostei foi o fato da personagem contar sua história, isso sempre me parece bom, já que acabamos sabendo o que o personagem pensa. Gostei e quero ler.

    ResponderExcluir
  10. Não tive o prazer de ler este livro ainda, mas tenho acompanhado as resenhas e ficado cada vez mais interessada. A Capa é muito bonita mesmo, do tipo que já pede para ser lido.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é maravilhoso, tem uma história realmente arrebatadora. Aquele final para mim foi totalmente inesperado. A capa é lindíssima e por tudo isso recomendo a leitura dele. Eu confesso que fiquei dias pensando na história desse livro mesmo depois da leitura dele.

    bju

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rafa!
    Só pela capa já tinha me ganhado. Quando li a sua resenha, fiquei apaixonada.
    Estou doida para ler agora.
    Não conhecia, mas parece um amor esse livro.
    *.*
    Engraçado os personagens terem uma cabeça mais velha. Geralmente é o contrário, né?
    :)

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rafaela! Tudo bem? Depois que li uma entrevista com essa autora fiquei bem interessado em ler o livro! rs A premissa da obra é boa, a capa é linda e têm um personagem com o meu nome! Já é mais um motivo para ler! hahaha Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Tenho muita vontade de ler esse livro.
    Excelente resenha!

    Beijos!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    já vi muito sobre este livro, mas ainda não peguei para ler.
    Tenho ele em ebook, mas confesso que sempre enrolo para ver rs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Estou louca de curiosidade para ler esse livro, já solicitei, mas ainda não chegou. Ando lendo resenhas super animadas da obra =).
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oie!!
    Nossa, sua resenha foi perfeita! Como você escreve bem!!
    Fiquei super curiosa com o livro, de verdade, e uma grande parte dessa vontade é culpa sua rsrs

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  18. Oi Rafa!
    Este é um livro que estou há anos querendo ler! Preciso comprá-lo.
    A capa é super linda e a história parece ser muito interessante! Enfim, quero muito tê-lo na estante.
    Beijocas!

    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Estou querendo ler esse livro a um tempo.
    A capa é realmente muito bonita.
    A historia parece ser muito emocionante. Estou muito curioso para saber o final desse livro e descobrir se a Rachel realmente teve uma segunda chance.

    ResponderExcluir
  20. estava na duvida em comprar esse livro , rsrs agora nao tenho mais duvidas ♥

    ResponderExcluir
  21. Oie Rafaela =)

    Esse livro estava me chamando bastante a atenção, mas depois que li umas resenhas não muito positivas minha empolgação diminuiu.
    Ainda pretendo dar uma chance ao livro, mas sem tantas expectativas rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  22. to bastante interessada em ler o livro, que parece ser uma história bem bonita, fora a capa que é linda! nao li nada da autora ainda por isso espero gostar do livro.

    ResponderExcluir
  23. Oi Rafa!
    Também gostei muito do livro, me emocionei em algumas partes e, apesar do final não ser tão original, me surpreendeu porque eu estava tão envolvida nos conflitos da Rachel, que nem "percebi" o que tava rolando. A principal mensagem que ficou dessa leitura, é que devemos desapegar do passado e viver realmente o tempo presente :)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  24. Amei sua resenha Rafa! Li o livro em apenas alguns dias, achei maravilhoso. Fiquei apaixonada pelo Jimmy e pelo Tony. A Raquel me irritou algumas vezes, mas conseguiu me encantar tb no decorrer da história. Achei o final bem coerente tb e depois fiquei e perguntando: como não desconfiei antes??

    ResponderExcluir
  25. Nossa Rafa, coloquei este livro como meta de leitura porque estou super ansiosa para lê-lo. Todas as resenhas que eu li falam que o final é surpreendente e eu estou super curiosa com essa história. Adoro quando os livros trazem finais imprevisíveis e apaixonantes.

    Beijos!!!

    http://umlugarparaleresonhar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá Rafaela,

    Esse livro está na minha lista de desejados, as vezes é bom ler um livro leve e sem pretensões, a capa dele é muito bonita e criativa, ótima dica....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Quero muito ler, pois gosto de histórias com viagem no tempo, minhas colegas que já leram ficara em dúvida quanto ao final, mas mesmo assim não desanimo. Essa história me lembrou um filme que a mulher morre e depois o homem que viaja no tempo, morre no final.
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Pra começo de conversa, que capa maravilhosa!!! Esses efeitos invernais fizeram todo um charme no livro, o que atraiu-me bastante para ler a sinopse e a resenha. Lendo sua resenha, me interessei mais ainda pelo livro, quantas passagens turbulentas enfrentarei nessa leitura, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  29. Oie
    Eu tenho muita curiosidade em ler esse livro pra saber o que realmente aconteceu com Rachel.Eu já tenho algumas teorias e gostaria de saber se elas batem com a realidade do livro ou não.Achei a Rachel um tanto irritante mas não deve ser nada que atrapalhe a leitura.E essa capa está maravilhosa.

    ResponderExcluir
  30. Achei a capa linda, e fiquei mais interessada quando vi que era sobre viajem no tempo, espero que o final seja feliz, pois não gosto de drama.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Capa criativa, apesar de não gostar de romance , gostei dessa história ter viagem no tempo. Nunca li nada da autora, não gostei da Rachel ficar se culpando, pois isso deixa o livro chato.

    ResponderExcluir
  32. Apesar do livro ser bem triste, a história me deixou bastante interessado. Já tinha visto outras resenhas sobre esse livro, e é um elogio melhor que o outro. Não vejo a hora de lê-lo. A capa é maravilhosa! *-*

    ResponderExcluir
  33. É um livro lindo e chorei como um bebê quando acabei. Que história! Achei bem...sentimental? Sentia as dores da personagem, sentia o que ela estava passando porque foi escrito de uma maneira que pôde fazer sentido pra mim. Não achei essa coisa da idade um problema, pra mim foi normal. Sei lá, passaram por tanta coisa ruim....isso meio que os fez crescerem de um jeito que nada tem a ver com a idade real, sei lá.
    É uma trama bem escrita e que fica no coração do leitor depois de terminada. Uma história linda, vale a pena.

    ResponderExcluir
  34. Oi, Rafa!
    Ah, esse livro! Há tempos o vi no site do submarino, li a sinopse e me encantei! A capa me deixou babando de tão linda que é e desde quando o vi sonho em tê-lo e devorá-lo! Muitas amigas leitoras também já o leram e me recomendaram e só me despertou mais ainda a vontade de ler. A história parece incrível e quando ela acorda em outra realidade é algo totalmente inesperado para o leitor. Um novo ambiente, uma realidade alternativa. Uma nova vida para viver e descobrir. Mas isso não só para o leitor, mas para a própria personagem! Espero conseguir logo esse livro. Está na minha lista de desejos *-*
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  35. Que lindo! Parece ser bem interessante, adoro ler livros tipo "leves" que falam de coisas tão simples mas que têm um pouco de drama, são sempre inspiradores. Adorei a dica!

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária