Leituras da Candi: "Dezessete Luas", Beautiful Creatures #2

"Oi, meu nome é Candida Desirée, mas você pode me chamar de Candi, tenho 18 anos e moro na Bahia, sou apaixonada e viciada em livros, séries de TV, cinema, Harry Potter, Percy Jackson e Game of Thrones. Se a vida ficar ruim, abra um livro e mergulhe na verdadeira fantasia."
Esta resenha contém spoilers de "Dezesseis Luas".

"Juntos, Ethan e Lena podem enfrentar qualquer ataque de Gatlin. Ao menos era assim que funcionava antes de Lena sofrer uma perda trágica e começar a se afastar e guardar segredos que estão testando o relacionamento. E agora que Ethan abriu os olhos para o lado negro de Gatlin, não há como voltar atrás. Assombrado por estranhas visões que somente ele consegue ver, Ethan vai sendo puxado cada vez mais para dentro da história confusa de sua cidade."

Com a morte do tio, Lena entra num processo depressivo, e seus dilemas se agravam à medida que seu aniversário se aproxima. Se em "Dezesseis Luas" ela lutava, nesse ela está se entregando. Ela está literalmente fora de controle. Além da tristeza, e ter que lidar com a ausência de Macon, seus poderes parecem estar descontroláveis, e ela passa a vestir preto e a andar com Ridley e outros conjuradores das Trevas - e nem mesmo Ethan parece ajudá-la. Mas isso não o impede de continuar lutando pelo amor de sua vida.

Às vezes, me deixava aflita vê-la tão vazia e despedaçada, mas senti que era a maneira de Lena lidar com a perda de uma das pessoas mais importantes de sua vida. E além disso, ela tinha que decidir entre Luz e Trevas, justamente quando ela estava se perdendo e se envolvendo em pura dor e desespero. Outra coisa que me deixava é ver a forma na qual Ethan continuava lutando por ela, apesar de tudo.

"Dezessete Luas" tem um tom mais sombrio e obscuro do que o livro anterior, e também bem mais emocionante. Além desse dilema todo envolvendo o casal principal, nós vamos conhecer outros personagens, como a Ridley e John Breed. Conhecemos também muitos segredos de Gatlin e seus habitantes - e como a Guerra Civil e o Mundo Conjurador parece estar atrelado à esse lugar. Não poderia deixar de mencionar Liv e Link, que dão vida e um ar muito vital para o livro, e a forma na qual eles ajudam Ethan no decorrer da história é muito cativante. E uma coisa que me instigou muito é como vão fazer para adaptá-lo para as telonas, depois do fiasco que foi a adaptação anterior.

Beautiful Creatures já me conquistou no volume anterior, e nesse ocupou de vez o lugar no meu coração. Recomendo sem hesitar.

Love always, Candida.
  • Escrito por Kami Garcia e Margaret Stohl.
  • Editora Galera Record.
  • Tradução:Regiane Winarski.
  • 462 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
*Imagem retirada do skoob.

3 comentários:

  1. Eu adoro essa série ♥
    Eu achei esse um dos volumes mais fracos, apesar de ser bom. O terceiro é simplesmente o melhor de todos, sem dúvida.

    Eu até entendo a dor e o desespero da Lena, mas cara, o Ethan é perfeito! Como ela pôde simplesmente largar ele assim? </3 Talvez tenha sido esse pensamento que me fez achar esse o mais fraco.

    Tomara que continue gostando!

    Beijitos

    ResponderExcluir
  2. li este livro e mais uma vez me apaixonei pela história das autoras! mais um vez o mundo conjurador me conquista e Ethan e Lena estão cada vez mais maduros e envolventes
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, meninas!

    Há uns meses atrás, eu não estava empolgada em ler essa série e também fiquei desanimada pelos comentários negativos acerca do filme... mas agora, estou muito curiosa para saber mais. Adoro bruxas!

    Beijocas. <3

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária