Resenha de "Meus 15 anos"

Meus 15 anos é o segundo infanto-juvenil que leio esse ano. É aquele tipo de leitura leve, divertida e com um toque de saudosismo. Principalmente quando vem acompanhada de uma capa, ilustrações e acabamento tão meigos e coloridos, com aquele doce ar jovial.
"Eu mal consegui dormir esta madrugada. Sabe aquele frio na barriga? Aquela ansiedade? Sempre sonhei com com uma festa de 15 anos de princesa, mas nunca imaginei que fosse ganhar uma. E foi ideia do meu pai. Ele ficou tão feliz com o meu boletim do ano passado - repleto de As e pouquíssimos Bs - que me ofereceu a festa. E tudo tem sido mágico desde então. Vai ser a festa do ano, não tenho dúvida! (Bia)"
Beatriz de Souza, mais conhecida como Bia, é uma garota meiga, inteligente, que demora para entender indiretas e está prestes a completar 15 anos. Há seis meses que ela e a mãe estão planejando uma comemoração (misteriosa) digna de aplausos: a sua tão esperada festa de debutante; e tanto Bruno, seu melhor amigo de infância, quanto Amanda, Carol, Priscila e Roberta, suas melhores amigas, estão igualmente eufóricos para o provável evento do ano.

Além de ser o palco da realização de um sonho antigo, o dia 9 de agosto promete muito mais, já que será a oportunidade perfeita para conversar com Thiago, o garoto mais gato do colégio. Entretanto, como nem tudo são flores, a metida e invejosa do colégio, Jéssica, vai fazer de tudo para estragar o momento da nerd da sala. Com tantas reviravoltas, danças e surpresas por acontecer, só uma coisa é bem clara e certa: depois dessa festa, tudo irá mudar, especialmente, a vida de Bia e tudo o que ela pensava até então.
"Meu coração bateu acelerado, e o nó dissolveu assim que o vi sorrir aquele sorriso lindo. Tive vontade de dançar, cantar, contar para todo mundo, sei lá. Eu fiquei feliz. Muito feliz! (Bia)"
A história é narrada em primeira pessoa por Bia, Jéssica, Amanda, Thiago e Bruno. Sempre alternando seus pontos de vista sobre cada situação que acontece na narrativa. Isso tornou a leitura ainda mais dinâmica e fluída, tanto que li o livro em poucas horas; ademais, foi bem interessante ver a mesma situação por perspectivas diferentes e confesso que apreciei bastante a forma como a história foi narrada. A Luiza tem uma escrita simples, porém muito envolvente, e ela soube atribuir o tom certo para seus personagens - considerando suas personalidades e atitudes.

A narrativa foi dividida em três partes: a primeira ("Mal posso esperar") conta os eventos antes da festa de Bia, a segunda ("Grande menina pequena mulher") narra a festa em si e a terceira ("E se o amor acontece...") descreve o que acontece nos dias subsequentes à melhor festa do ano. Esta divisão caiu como uma luva, pois serviu como uma transição para os personagens, marcando cada etapa dos acontecimentos e atitudes que causariam as mudanças de suma importância no final.

Apesar da escrita envolvente e da meiguice que o livro em si emana, não posso deixar de destacar a previsibilidade de tudo - algo que eu já esperava, considerando a proposta e o estilo do livro. O enredo gira em torno de um núcleo de personagens e situações bem previsíveis; a mais clichê é a própria protagonista, visto que ela é uma garota nerd e rotulada que demora para enxergar o óbvio e tem uma paixonite pelo garoto mais ridículo do mundo. Sim, eu compreendo, afinal, o adolescente que nunca se interessou por alguém que não valia nem um segundo de seu tempo que atire a primeira pedra, porém, confesso que este tipo de história sempre foi maçante para mim e fiquei entediada com algumas atitudes dos personagens em geral.

Em suma, excluindo a obviedade da história toda e não criando altas expectativas, Meus 15 anos será uma boa leitura para passar o tempo, divertir e alegrar a sua tarde. Como mencionei, o trabalho com o livro foi incrível, desde a revisão até a diagramação e eu achei as ilustrações bem bonitas. Cabe ressaltar que os personagens de que eu mais gostei foram os pais da Bia e o Bruno, seu melhor amigo que foi um fofo, mas firme ao mesmo tempo.

Ficou curioso (a) para descobrir como foi a festa de 15 anos da Bia? Então, aproveite para garantir o seu exemplar com um super desconto. Clique aqui para ter acesso ao link do Extra com preço especial. Há também um conto gratuito que ela escreveu, disponível nas principais lojas de e-books: Amazon, Apple, Livraria Cultura, Google Play, IBA, Kobo e Saraiva. Além disso, vale lembrar que está acontecendo uma Turnê com a Luiza, confira as cidades em que ela vai passar, serão ao todo dez eventos (link).
  • Escrito por Luiza Trigo.
  • Editora Rocco Jovens Leitores.
  • 230 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo. :)
*Exemplar para resenha.

8 comentários:

  1. Oi Rafa!
    Pelo visto a história e a narrativa foram bem construídas, talvez essa "obviedade" não fique tão óbvia para os jovens leitores, e pode ser que eles aproveitem ainda mais a leitura :)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Rafa acho esses livros com essa pegada de tramóias tão divertidos porque no fim o bem sempre vence e eu acabo me envolvendo e achando que faço parte da história! Amo demais e o livro ta na lista de desejados!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rafaela!
    Quero ler esse livro agora. Gosto de livros infanto-juvenis e fofos assim.
    Acredito que com a ressaca literária em que me encontro, este livro seria uma boa escolha.
    Sei como é esse lance de ser previsível. Mas eu nem espero algo contrário a isto, então não me decepcionarei, acredito.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    não conhecia o livro, mas parece ser bem fofo.
    Adoro quando a editora acerta nos detalhes como revisão e diagramação :D

    Acho que um livro desses geralmente é previsível, então não esperaria algo diferente.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez aqui, e queria dizer que eu quero muito ler esse livro. Não é o meu tipo de leitura, mas as resenhas que eu li me deixaram muito animada e eu resolvi colocá-lo na minha lista. Espero gostar.

    www.laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Amo quando a narrativa é em primeira pessoa feita por vários personagens!
    É uma pena que você tenha achado algumas partes do livro clichês, tirando isso, parece ser uma leitura bem divertida!
    Essa capa é maravilhosa!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  7. Acho que livros assim, com personagens assim me fazem voltar no tempo, e eu adoro isso... adoro quando um livro consegue me levar ao impossível, por isso amei esse livro sem nem mesmo ter lido <3

    Eu estou começando um blog se puder dar uma passadinha lá, eu agradeço.

    comoassimanalice.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Own!
    Adoro esses livros fofinhos!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária