Resenha de "Aníbal e Arquimedes" - Caio Zip

Nesta nova aventura, Caio Zip, o viajante do tempo, irá presenciar e participar de uma guerra de proporções épicas. Além de conhecer pessoas que até então apenas estudou em suas aulas de história e matemática. 
"Um novo fervor espalhou-se pelos que assistiram a luta. Caio abriu os braços e foi aclamado como um verdadeiro guerreiro. Sua primeira vitória veio premiada com a alegria dos amigos celtiberos e o sorriso de Aleena."
Aquele clarão azulado o envolveu novamente, mas como ele conseguiu ser "enterrado vivo" no meio do percurso, ninguém pode responder... Após sair de sua "cova", Caio Zip aparece na costa de Cartago durante um terrível naufrágio - em plena segunda guerra púnica; ao salvar um dos náufragos, ele torna-se amigo dos cartagineses e é levado à cidade.

Chegando lá, Caio, que agora é chamado de Calístenes, conhece algumas pessoas notáveis, como, por exemplo: o grego Eurípedes (preceptor da poderosa família Barca), Asdrúbal e Imilce (irmão e esposa do general Aníbal); também fica espantado e impressionado com o avanço dessa civilização, e de todas as maravilhas e mistérios que a cercam. Enquanto isso, Aníbal está lutando na Itália e precisa de mais suprimentos para seus soldados, então, Caio e Eurípedes são enviados em uma expedição para ajudar o general.

O jovem Zip ajudou em importantes batalhas e viu, além de muitas vitórias, vários amigos queridos partirem; entre alguns altos e baixos, típicos em uma guerra, ele conhece uma bela guerreira celtíbera, chamada Aleena, mas é obrigado a separar-se dela ao ser enviado à Siracusa, por sugestão do próprio Aníbal, para ser aprendiz de Arquimedes, o grande matemático e inventor - mas este é apenas o início da aventura de Caio por algumas das maiores civilizações antigas.

A história é narrada em terceira pessoa e nota-se facilmente que a autora fez uma abrangente e profunda pesquisa sobre o assunto, que envolve: as civilizações cartaginesa, romana, celta, grega, chinesa e egípcia, incluindo invenções de matemáticos e estudiosos da época. A descrição foi muito bem elaborada, especialmente nas cenas das batalhas - sangue e morte não foram poupados. Porém, em certos momentos foi como uma explosão de descrições e informações em "nossa cara", o que tornou a narrativa um pouco cansativa e arrastada. 

Achei interessante como os fatos históricos e fictícios foram entrelaçados no decorrer da história, assim como os personagens. Caio, por exemplo, continua divertido, curioso e apto a aprender novas coisas - ele teve até de inventar outro nome, já que os cartagineses odiavam homens que se chamavam "Caio", daí surgiu Calístenes. O personagem de que eu mais gostei foi o Arquimedes, principalmente pelos diálogos entre ele e o Caio - incluindo as "queimadas", confesso.

Aníbal e Arquimedes agradou, mas poderia ter agradado muito mais se não fosse pelos longos capítulos e demasiadas descrições e informações. Calma, não é motivo para se desanimar, pois o livro tem assunto para todos os gostos: romance sutil e sincero, lutas e ação do início ao fim, e muito aprendizado!

Cada capítulo tem uma ilustração sobre o tema tratado, aliás, a própria história é dividida em duas partes: a primeira é sobre Aníbal e a segunda, sobre Arquimedes. A revisão foi muito bem feita, encontrei poucos erros, e a capa é cheia de detalhes: com invenções de Arquimedes e os famosos elefantes de batalha de Aníbal. Só não aconselho a ler a seção O Encontro da História com a Ciência antes, pois ele contem alguns spoilers.
*Exemplar para resenha.

11 comentários:

  1. Oi Rafa!
    Mais um livro que tenho que ler, achei a resenha ótima. Gostei muito da capa, e tenho uma queda por livros que contem fatos históricos...

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa! Nova seguidora haha
    Adorei teu blog, o design, tudo!!!!
    Adorei sua resenha, fiquei altamente curiosa!
    Beijos

    http://queridosquinze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa!Eu li uma coleção que falava da saga dos Cartágos, faz muito tempo, mas eu como adoro história, amei. Este livro fala do mesmo tema, mas por um outro lado, acho que tem menos guerras do que o livro que li, mas pelo conteúdo, eu daria uma chance. Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Oie Rafa
    Não conhecia o livro, mas me interessei logo, ainda mais pelo fato da autora mesclar ficção com fatos reais. Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafa, tudo bem? :)
    Eu to muito curiosa para ler essa série, já vi várias resenhas e a cada vez só me interesso mais, porque eles parecem ter MUITAS informações bacanas, sabe?
    Essa parte dos capítulos longos realmente é chata, eu acho que os menores deixam a história mais dinâmica e tal. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafa!
    Achei o livro bem bacana, não conhecia. O que me faz querer fugir dele é o fato de ser série. rs Tenho fugido de séries ultimamente. Mas, se surgir oportunidade, lerei com certeza.
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nooossa, se eu tivesse descoberto este livro na minha época de ensino médio.. vish! Lembro das provas de história que eu tinha que decorar todos esses povos e blábláblá... era terrível, mas eu conseguia tirar nota ao menos. Só que com o livro seria mais fácil de guardar. A literatura sempre ajuda!

    Beijos,
    Caroline.
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adoro quando o autor sabe entrelaçar história e ficção, é uma coisa realmente mágica. Ainda não me decidi sobre a escrita detalhista, confesso que gosto bastante, mas se a pessoa não soube dosar fica arrastado demais.

    O livro parece bacana, mas, não sei porque, não tenho tanta curiosidade pra ler ;)

    Beijitos

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, mas gostei do estilo dele!
    Vou add na lista para leitura!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Já me interessei em ler quando você disse que mescla de um tudo um pouco, gosto de livros assim. Parabéns pela resenha.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  11. Mais um livro para a minha listinha. Adorei a resenha.
    Beijos,
    Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária