Leituras da Candi: "A menina que roubava livros"

"Oi, meu nome é Candida Desirée, mas você pode me chamar de Candi, tenho 17 anos e moro na Bahia, sou apaixonada e viciada em livros, séries de TV, cinema, Harry Potter, Percy Jackson e Game of Thrones. Se a vida ficar ruim, abra um livro e mergulhe na verdadeira fantasia."
"A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público."

"A menina que roubava livros" foi um dos primeiros livros que eu li por vontade própria e não poderia ter feito escolha melhor. É uma história linda e ao mesmo tempo encantadora, e recordo de passar as madrugadas lendo-o por baixo dos cobertores. Zusak escreve de forma cativante e ele criou uma das mais belas obras que já li. Não tem como não se emocionar com os personagens, e me apaixonei pela doce Liesel e sua paixão por leitura, além do amável Rudy. 

Emocionante, e ao mesmo tempo triste, e com um final arrebatador e de partir o coração. Foi uma forma diferente de conhecer mais sobre a época da Segunda Guerra, e como eu o li com treze anos e não tinha conhecimento disso, foi um choque saber do holocausto de forma tão íntima. Desde então eu venho ansiado pela adaptação cinematográfica, e foi uma enorme felicidade saber que isso finalmente vai acontecer, e com um elenco e tanto. Sinto que não vou me decepcionar com o filme e espero estar certa em relação a isso.

Esse é o tipo de livro que recomendo sem hesitação, e não é daquelas obras que você se arrepende. Se preparem para se emocionar, e chorar bastante com essa história linda e ao mesmo tempo muito triste, que lhe fará refletir por muito tempo.
  • Escrito por Markus Zusak.
  • Editora Intrínseca.
  • Tradução: Vera Ribeiro
  • 480 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
*Imagem retirada do site da Editora Intrínseca.

9 comentários:

  1. Oi Rafa, namoro este livro tem um tempinho, mas ainda não o li.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Ah..
    Como eu quero ler este livro! Já faz tempo, mas ainda não tive a oportunidade..
    Fico feliz com a sua escolha "espontânea", e mais ainda por ter gostado da leitura.

    Beijos
    luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sabe o que é querer um livro anos e anos e nunca ir lá e comprar? Então, essa sou eu com A Menina Que Roubava Livros. Agora li a resenha e já estou me descabelando para tomar vergonha na cara e comprar >.<

    Beijos!

    http://www.ultimoromance.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi gente! Um dos livros que mais amo, que só de ler ad resenhas já fico emocionada. Liesel é uma menina que me cativou demais, com sua simplicidade e coração enorme. Amei ver este livro aqui.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Esse é o meu livro preferido! Eu chorei feito uma louca no meio da rua lendo o final... choro até hoje quando releio. Adoooro a Liesel, o Rudy, o Hans, o Max, a frágil mulher do prefeito, e até a Rosa... Mas tenho muito medo de como vai ser a adaptação cinematográfica - principalmente porque os atores não tem nada a ver com os atores que eu tinha imaginado! rs

    ResponderExcluir
  6. Esse foi um dos livros que eu tive o prazer de ler e reler, uma ótima obra muito elogiada e admirada por mim e pelo mundo

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é um dos melhores que já li, embora tenha chorado no final até o olho pula da cara. Eu precisava reler ele pra fazer resenha também e antes do filme sair, mas meu emocional não vai aguentar. kkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. Oi meninas!
    Quero muito ler esse livro, e acho que vou chorar litros pelo jeito! Espero que a adaptação cinematográfica também seja ótima, porque vou assistir =D
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  9. Oi,amei a história do livro, com certeza vou ler, estou super ansioso para o filme...
    Bjs

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária